segunda-feira, 4 de agosto de 2008

A maior de todas as bençãos, quanto custa?


“Ah! Todos vós, os que tendes sede, vinde às águas; e vós, os que não tendes dinheiro, vinde, comprai e comei; sim, vinde e comprai, sem dinheiro e sem preço, vinho e leite” 
Isaías 55:1

Todos desejam ser abençoados. Até os descrentes e ateus desejam desfrutar da felicidade e da abundância de paz e amor que flui de Deus, independentemente de estarem conscientes de que todas as dádivas da existência vêm dele, único Deus verdadeiro, Criador e Redentor.

Porém, entre aqueles que não lutam com a dificuldade de crer no conceito de um Deus pessoal e real, que vive e reina sobre sua criação apesar do mal e das realidades terríveis que conhecemos nesse mundo, existem crenças interessantes de serem analisadas e entendidas. Essas pessoas raciocinam que, Deus existe e é onipotente. Pode fazer todas as coisas, e todas significa nesse contexto absolutamente todas mesmo, sem exceção. Diante disso, muitos seres humanos não resistem à tentação de tentar subornar a Deus, para que esse lhes conceda suas bênçãos.

Algumas pessoas usam de chantagem e falsidade para com Deus, e chegam a “determinar” e “exigir” as bênçãos que seus corações desejam; outras já têm a prática de fazer contribuições e investimentos financeiros no banco de Deus, que supostamente, segundo acreditam, é a igreja x ou y, e assim assegurarão as bênçãos do Todo-Poderoso.

Entretanto, que diz a Palavra de Deus? Ela diz que compraremos as bênçãos de Deus, sem dinheiro e sem preço, e que todos podemos nos aproximar dele pela fé, e desfrutar dos privilégios de sermos filhos de Deus. Mas, e o que dizer da maior benção de todas? Ela também é grátis? Nosso mundo acredita e propaga um conceito, que é mais ou menos o seguinte: “Quanto mais caro, mais cobiçado e desejado é o produto, ou serviço, etc.” As coisas baratas são sinônimas de coisas de má qualidade e quando a Palavra de Deus oferece a maior benção de todas, de graça, muitos têm dificuldade de aceitar que a coisa mais importante e preciosa no mundo, seja de graça.

Cristo disse: “Que adianta ao homem, ganhar o mundo, se perder a sua alma?” e aqui Jesus mostra que a salvação da alma é a benção que excede todas as outras benção. E Essa benção é oferecida a nós de graça, pois Cristo nos salvou não por causa de nossas boas obras, ou observação da Lei, ou nada disso, mas nos salvou por amor. Mas será que essa salvação não lhe custou nada?

A salvação que nos é oferecida livremente e que podemos desfrutar sem dinheiro e nem preço, custou a vida do Filho de Deus, que se fez homem e esse é definitivamente o maio preço de qualquer coisa que possa existir no céu ou na terra. Nós podemos desfrutar dessa salvação de graça, sim, mas nunca devemos nos esquecer que ela custou a morte daquele que disse: “Eu sou o caminho, a verdade e a VIDA”. Que desfrutemos dessa, que é a maior de todas as bênçãos de Deus, de graça, com gratidão infinita, pelo infinito amor de Deus por nós.

Um comentário:

fernando candido mendes disse...

ELE PROMETEU E VAI VOLTAR !
EM TODA A CAPACIDADE HUMANA, AINDA QUE SE AJUNTASSEM DE TODOS OS POVOS OS MAIS SABIOS , NÃO SERIAM CAPAZES DE MENSURAR TAMANHA A GRANDESA DO QUE JESUS FEZ NA CRUZ POR NOS.
JESUS EU TE AMO POR ISTO .

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...