sexta-feira, 31 de março de 2017

Voto da DSA sobre "ministérios independentes" + Carta da Associação Geral contra David Gates e associados

Voto da DSA sobre "ministérios independentes" + 
Carta da Conferência Geral contra David Gates e associados

Há algum tempo eu venho falando sobre a condenação da Conferência Geral da IASD sobre o ministério independente de David Gates e seus associados (qualquer pessoa ligada à TV Terceiro Anjo). Nessa direção muitas pessoas me pedem o conteúdo dessa condenação, à qual eu estou publicando nesse blog, logo abaixo.

Coloquei também o voto da DSA sobre "ministérios independentes" em nosso território.

Mistérios Independentes

Qual é a posição da igreja sobre os “ministérios independentes”?

Dr. Alberto Timm

 Praticamente todos os ministérios autossustentáveis alegam apoiar a Igreja Adventista do Sétimo Dia, sua liderança, mensagem e missão. Mas nem sempre essa é a realidade. Ao mesmo tempo em que existem ministérios que apoiam a igreja, também há aqueles que competem com a igreja, acusando-a de apostasia do assim chamado “adventismo histórico” como eles o entendem.
Em resposta aos desafios representados por esses ministérios acusadores da igreja, a Divisão Norte-Americana publicou em 1992 o livro Issues: The Seventh-day Adventist Church and Certain Private Ministries ([Silver Spring, MD]: North American Division, [1992]) e o documento “NAD Action on Private Organizations” (Adventist Review, 3 de dezembro de 1992, p. 4-7). Posteriormente, a própria Associação Geral produziu e publicou os documentos “Report on Hope International and Associated Groups” (Adventist Review, agosto de 2000, p. 34-37) e “Decision on Hope International and associated groups by a General Conference-appointed committee” (Ministry, agosto de 2000, p. 28- 31).
A exemplo da Divisão Norte-Americana e da própria Associação Geral, também a Divisão Sul-Americana se pronunciou sobre o assunto através do voto 2010-117 intitulado “Unidade de Doutrina e Missão”, que diz o seguinte:
“Considerando que a Igreja Adventista do Sétimo Dia (IASD) foi suscitada por Deus como movimento profético em preparação para a segunda vinda de Cristo (Daniel 8:14; Apocalipse 10:10, 11; 14:6-12), e que ‘no mundo só existe uma igreja que presentemente se acha na brecha, tapando o muro e restaurando os lugares assolados’ (Ellen G. White, Testemunhos Para Ministros, p. 50);
“Convictos de que aos adventistas do sétimo dia foi confiada por Deus a missão de proclamar as três mensagens angélicas ‘a cada nação, e tribo, e língua, e povo’ (Apocalipse 14:6-12), e sendo que ‘nenhuma obra há de tão grande importância’ como esta, eles não devem permitir que projetos particulares ou qualquer outra coisa os desviem dessa sagrada missão (Ellen G. White, Testemunhos Para a Igreja, v. 9, p. 19); “Sendo que a unidade orgânica da igreja como corpo de Cristo é essencial para o cumprimento da missão (João 17:21; 1 Coríntios 1:10; 12:12-27), e que Deus ‘está guiando, não ramificações transviadas, não um aqui e outro ali, mas um povo’ (Ellen G. White, Testemunhos Para Ministros, p. 61); “Não recomendarmos as atividades de qualquer ministério, grupo ou pessoa  que se sente na liberdade de (1) difamar a igreja de forma pública ou privada; ou (2) promover teorias doutrinárias em desacordo com as 28 Crenças Fundamentais da IASD, tais como o antitrinitarianismo e a negação da personalidade do Espírito Santo, o perfeccionismo e a teoria de que Cristo veio com uma natureza humana moral e espiritualmente caída, questionamentos ao dom profético de Ellen G. White, especulações escatológicas, desequilíbrio na área da saúde, etc.; ou (3) aceitar dízimos; ou (4) exercer suas atividades sem o apoio da liderança da respectiva organização responsável por aquele território (União de igrejas/Associação/Missão local). “Diante dos prejuízos que podem ocasionar à unidade da igreja e ao cumprimento de sua missão, nenhuma pessoa ou ministério com alguma dessas características deve ser convidado a participar em atividades da igreja. “Reconhecemos, porém, a importante contribuição de pessoas e grupos que investem seu tempo e recursos pessoais no desenvolvimento de planos e estratégias de apoio à igreja no cumprimento de sua missão. O espírito de colaboração e apoio dessas pessoas e grupos têm sido fundamental à proclamação do ‘evangelho eterno’ a todo mundo (Apocalipse 14:6).” Portanto, esse documento representa a posição oficial da Igreja Adventista do  Sétimo Dia no território da Divisão Sul-Americana. Cada membro da igreja deve avaliar cuidadosamente os postulados dos ministérios independentes à luz dos princípios acima expostos.

Fonte
_____________________________________________________
Carta da Conferência Geral sobre David Gates e associados
Queridos colegas,

Nos últimos anos, a administração da conferência geral recebeu inúmeras perguntas e objeções concernentes ao trabalho de David Gates, líder do GMI (Gospel Ministries International), um ministério independente com seu quartel general no Tennessee, nos Estados Unidos da América. Este ministério não é afiliado da organização adventista do sétimo dia. De acordo com essas mensagens, o ministério de David Gates em várias áreas do mundo tem sido acompanhado de interpretações ‘extraordinárias’ a respeito do fim dos tempos e afirmações infundadas sobre a igreja e sua liderança.
Os líderes da conferência geral têm discutido esses assuntos com David Gates. Enquanto ele tem concordado de ser menos crítico da liderança da igreja e em não se envolver em expressar ideias especulativas, há outro aspecto do seu trabalho que ele não é inclinado a aquiescer ou mudar. Isso se relaciona especificamente com sua indisposição de trabalhar de forma colaborativa e cooperativa com os campos como é delineado pela política de trabalho da conferência geral K 05 05 6.
Essa política pede que os ministérios que provêem serviços fora do território de sua divisão de origem a se consultar e segurar aprovação da administração da divisão a respeito da natureza, extensão e duração dos serviços prestados dentro daquela divisão.
Durante uma reunião de líderes de divisão com oficiais da conferência geral em abril de 2013 esse assunto foi novamente levantado para consideração. É a convicção da liderança mundial que a abordagem independente que David Gates usa quando trabalha em diferentes partes do mundo resulta em desunião, confusão e mal-entendidos. Até o momento em que David Gates e a GMI concordem em obedecer a política de trabalho K 05 05 6, a conferência geral e os líderes das divisões não podem endossar as atividades de David Gates e desejam expressar grande preocupação quanto à sua freqüente abordagem em trabalhar independentemente dos administradores dos campos locais nas uniões e nas divisões. A conferência geral e os líderes das divisões desencorajam campos e igrejas locais de fazerem arranjos ou proverem oportunidades para David Gates (ou outros representantes da GMI) para estarem com os membros da igreja ou falar em eventos da igreja.
Quando David Gates reconsiderar seu relacionamento com a política de trabalho k 05 05 6,e estiver disposto a livremente obedecer, cooperar e trabalhar de forma colaborativa com a igreja, e expressar esse desejo por escrito para a conferência geral, a liderança mundial da igreja está disposta a reexaminar seu relacionamento com as atividades e entidades da igreja. Continuemos a orar para que o Espírito Santo amacie os corações e construa um espírito de unidade enquanto trabalhemos juntos refletindo a abordagem bíblica e do espírito de profecia em direção a um contexto de união e suporte para o cumprimento da missão de proclamar as três mensagens angélicas que anunciam o breve retorno de Jesus.
Orville Parchment, em nome da presidência da conferência geral
Associado da presidência da conferência geral
Secretário de campo

OBS: Mandei um e-mail para a própria conferência geral para perguntar pela legitimidade dessa comunicação a respeito de David Gates e seus associados e recebi a resposta afirmativa, como pode ser visto na imagem abaixo:


6 comentários:

Unknown disse...

Qdo vc encerrou seu ministério como PR.?

paulo Neruda disse...

Voce pode me passar na integra o teor de sua carta a Conferencia Geral da Iasd em ingles, com a data e também a resposta da Conferencia.

Ezequiel Gomes disse...

Posso sim, Paulo. Me escreva em: ezeksalt@hotmail.com

Abraço!

Ezequiel Gomes disse...

Olá Unkown

Faz um ano agora em 04/2017

Abraço!

Unknown disse...

Vi seu vídeo no YouTube.
Sua postura foi muito elegante. Não sou adventista e não o conhecia.
Como cidadãos, devemos lutar pelas liberdades individuais, sob pena de nos aliarnos ao poder mesmo quando ele é corrupto, autoritário e nos afastarmos da verdade. Foi isso que ocorreu com a igreja de muitos países durante a segunda guerra. Passada a tormenta, perdeu a credibilidade por não ter se colocado em favor do que é certo, em especial, sob o olhar dos oprimidos. Perdeu a ousadia.
Admiro sua coragem. O certo é o certo é a gente tem que lutar por isso. Nossos filhos nos assistem e irão aprender que vale a pena lutar pelo que é justo, bom, correto, mesmo com dano próprio. Mesmo que 95% se corrompa, a corrupção tem que ser combatida. Vamos dar contas a Deus.
Nesses dias, a gente não vê com frequência um homem da maior firmeza, como os que confrontaram o rei Uzias (2 CR 26:16-18) por ele estar fazendo o que não poderia fazer. O senhor é um deles.

Unknown disse...

Sou adventista do sétimo dia e acho que esse assunto de dizer que o canal terceiro anjo não é confiável e porque muita gente da igreja tem medo de perder membros devido as pregações que falam muito a respeito de deixar o pecado falo isso por experiência própria quando falo na igreja que frequento sobre deixar o mundo as pessoas não gostam então essa cisma com esse canal inclusive o pastor onde frequento disse que a Maiza não é bem vista pela igreja se ela fizesse algo de errado não já teriam tirado ela da igreja?gente a gente tem que para com esse negócio de não gostar de um pregador por ele falar a verdade afinal até o presidente da igreja adventista do sétimo dia falou a respeito do mundanismo e outras coisas que está entrando na igreja então no meu ponto de vista o canal terceiro anjo é mais um instrumento usado por Deus para levar a verdade para as pessoas.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...